Todo mundo tem um sonho que deseja colocar em prática, certo?! Seja a reforma da casa, a viagem para o exterior ou mesmo um veículo novo, sempre temos desejos de consumo vindo à mente. Porém, muitas vezes a grana está curta e é praticamente inviável executá-los em curto e médio prazo, o que faz com que uma grana extra seja necessária.

Se esse é seu caso ou mesmo está com dificuldades financeiras, você sabia que pode conseguir um empréstimo com condições ainda melhores? Isso mesmo! É a modalidade conhecida como refinanciamento, em que você contrai o crédito com garantia do seu imóvel.

Abaixo, vamos te explicar todos os detalhes dessa modalidade que pode ser de grande valia nos momentos de aperto. Venha conosco!

O que é refinanciamento de imóvel?

Pode parecer até um termo estranho, mas, na prática, refinanciamento nada mais é que um empréstimo com garantia, no qual, ao invés de dar apenas sua palavra e ter seu score consultado, você deixa um imóvel como garantia do pagamento.

O que acontece com meu imóvel quando pego um empréstimo com garantia?

A partir da assinatura do contrato, seu imóvel ficará no nome da instituição financeira com a qual você pegou o crédito. Você poderá continuar morando nele, por exemplo, só se preocupando em quitar todo o débito com a empresa. Só tome cuidado para não atrasar e fazer em dia o pagamento das parcelas.

Mas quais são as condições para pegar um empréstimo com garantia?

O refinanciamento está disponível para quem tem imóvel quitado. Algumas instituições aceitam quem está prestes a quitar esse bem. Mas ele não precisa ser exatamente uma casa ou um apartamento. Instituições também aceitam salas e prédios comerciais ou terrenos em áreas urbanas. Basta, apenas, que o IPTU e o condomínio estejam em dia.

Por que o empréstimo com garantia costuma ser vantajoso?

Quanto mais garantias o banco ou instituição financeira têm que você irá quitar seu débito e pagá-lo em dia, mais dinheiro eles estão dispostos a liberar para você e com juros menores, já que a possibilidade de calote é menor. Por isso, enquanto no empréstimo pessoal os juros costumam ficar em torno de 6%, no empréstimo com garantia alguns bancos chegam a ter taxas a partir de 1,14%.

Para quem e em quais situações o empréstimo com garantia é recomendado?

Uma das maiores vantagens do empréstimo com garantia é que, com ele, você não precisa dar satisfação do que pretende fazer com o dinheiro, como ocorre em outras modalidades. Por ter uma proteção, o banco estará mais propenso a lhe dar vantagens maiores. Assim, ele torna-se mais vantajoso para quem quer começar um negócio ou precisa reformar sua residência.

Porém, independente do que decidir fazer, tenha uma certeza: qualquer empréstimo, mesmo o com garantia, só vale a pena para quem tem certeza de que vai conseguir honrar. Isso porque, a partir de 3 parcelas atrasadas, o banco ou instituição financeira já pode iniciar o processo para tomar o bem de você.